Empresário cria rede social para o varejo

Empresário cria rede social para o varejo

Plataforma promete conectar varejistas, vendedores e marcas para fazer negócios.
O empresário argentino Jorge Alexander Kowalski, de 51 anos, que já atuou em grandes empresas como Danone, Philip Morris, Coca-Cola e Heineken, colocou no ar nesta semana a Luckro, a primeira rede social do mundo para o varejo.

A ideia é conectar varejistas, vendedores e marcas para um único objetivo: ter resultados. “Podemos ajudar o varejo e as empresas a serem mais eficientes – a vender melhor com menores custos. Este é o conceito de uma startup digital: ajudar a resolver problemas economizando, principalmente, tempo e dinheiro”, disse o executivo em nota.

Para os pequenos varejistas, a dificuldade é conseguir os produtos que as grandes redes têm com as mesmas facilidades e condições comerciais, além de atendimento direto e com qualidade.

Do lado do distribuidor e vendedor, a dificuldade é em se manter atualizado sobre as opções disponíveis ao consumidor e escolher quais são as melhores para cada tipo de cliente que ele atende. Já as marcas, e também os vendedores, querem chegar a mais pontos de venda a um custo acessível.

Para abraçar todas as pontas, a Luckro promete colocar todos em contato para melhores negociações. A plataforma pode ser utilizada em desktop e também em dispositivos móveis, por meio de aplicativo. E já tem cerca de mil usuários ativos. A expectativa é de que até dezembro, esse número aumente para 20 mil e a meta é fechar 2016 com 50 mil usuários e 2017, com 150 mil.

Nesta primeira etapa, estão sendo convidados profissionais de dois setores varejistas: Supermercados e Bares, Hotéis e Restaurantes. Periodicamente, serão incluídos novos setores, num total de 13. O investimento previsto, até abril de 2016, será de R$ 2 milhões.

Pela plataforma, o varejista pode dizer: ‘Tenho uma mercearia e preciso comprar suco. Que preço e condições você me oferece?’. Esse post vai para todos os fornecedores cadastrados e quem quiser, e for mais rápido, atende a demanda e ganha um novo cliente.

Já as empresas poderão fazer promoções. Ao receber um post de oferta, o varejista pode clicar no botão ‘Eu quero’ e o contato entre o comprador e o vendedor é iniciado. Também será possível executar promoções no ponto de venda, e não será mais necessário que o funcionário da marca vá ao local para garantir que o acordo foi cumprido. Ao acionar o botão ‘Eu fiz’, a câmera do telefone é ligada e também em segundos o vendedor recebe uma foto provando a execução.

Fonte: No Varejo

COMPARTILHE

COMENTAR

Deixe seu Comentário