Sobre a importância de ser um bom líder – até nos mínimos...

Sobre a importância de ser um bom líder – até nos mínimos detalhes

Quem nunca teve um dia ruim?

Sabe aqueles dias em que você tem a sensação de que tudo está dando errado?

Se você é um empreendedor, especialmente em negócios que estão em sua fase inicial de crescimento, todo cuidado é pouco, principalmente em dias como esses…

Cada movimento da sua sobrancelha manda uma mensagem para toda a organização. Ou seja, se você não estiver bem, com certeza este sentimento tende a se espalhar por toda a equipe, feito rastilho de pólvora.

O empreendedor molda a cultura de sua organização por meio de sua própria personalidade. Aquela velha história de “faça o que eu digo e não o que eu faço” quase nunca funciona, pois o tamanho da influência é muito maior do que o empreendedor imagina, na maioria das vezes.

A forma como você cuida dos seus clientes molda o atendimento da sua empresa. É quase um treinamento por “osmose”, mais relevante do que qualquer treinamento em sala de aula. A forma como trata seus subordinados moldará a forma como eles tratam uns aos outros. Portanto, independente de características pessoais de personalidade, pense que você tem uma responsabilidade maior de ser o exemplo do que gostaria de ver retratado por todos os seus colaboradores.

A atenção que você dá a determinados detalhes, como venda, qualidade ou organização, será balizadora de como os demais se voltarão para estes itens. Então, se deseja vendas espetaculares, serviço encantador, qualidade nota mil, saiba que muito depende não só da sua equipe, mas muito de você!

Aliás, por falar em equipe, não há treinamento no mundo que mude determinadas características natas. Selecionar quem tem o perfil correto para seu negócio é fundamental para um resultado excepcional. Colocar uma pessoa muito tímida ou agressiva para fazer o melhor treinamento de atendimento ao cliente não fará os treinandos mudarem sua personalidade.

Encontre pessoas que curtam seu produto, se identifiquem com sua marca, valorizem o seu negócio. Pode demorar um pouco mais, porém vale muito à pena! Todos serão representantes seus e de seu produto ou serviço diante dos clientes. E não adianta investir em pessoas que só fazem bem enquanto você estiver presente. A cultura deve moldar o comportamento desejado, não o circuito interno de TV, monitorando cada movimento de sua equipe.

Todos nós temos problemas, mas se o dia não está bacana, tente não passar para sua equipe a sua falta de paciência ou chateação. Isso só irá multiplicar o efeito negativo do problema. Mantenha a calma. O otimismo é contagioso e não há ninguém que acredite mais no seu negócio do que você mesmo. Então enfrente os obstáculos com sorriso no rosto e mão na massa.

Afinal empreender é concretizar sonhos e a motivação que nos move também nos fortalece acima de qualquer percalço no caminho.

Fonte: Endeavor

COMPARTILHE

COMENTAR

Deixe seu Comentário