10 dicas para começar 2016 com a conta no azul e evitar...

10 dicas para começar 2016 com a conta no azul e evitar problemas financeiros ao longo do ano

Ter reserva para emergências e priorizar pagamentos à vista são primordiais para evitar problemas financeiros ao longo do ano.

IPVA, IPTU, taxas diversas, parcelamentos no cartão de crédito e dívidas dos presentes e viagens de final de ano.  Com inúmeras despesas a vencer, o início do ano, para a maioria dos brasileiros, é de contas apertadas e ficar no azul, sem dúvida, é um grande desafio. Mas, com organização e prudência, é possível atingir este objetivo.  O professor Osmar Rezende de Abreu Pastore, do curso de Administração da Anhembi Morumbi, integrante da rede internacional de universidades Laureate, dá algumas dicas sobre como manter as finanças em ordem para ter um ano sem imprevistos.

Mesmo os mais organizados e que não estão endividados têm muitos compromissos financeiros no começo de cada ano. Além disso, imprevistos podem acontecer. Por isso, indica o professor, o ideal é ter uma reserva ainda remanescente do 13º salário para saldar os impostos em parcela única. “Sempre que possível pague as contas à vista”, declara Pastore.

O professor Osmar Rezende de Abreu Pastore, da Universidade Anhembi Morumbi, listou 10 dicas que podem ajudar a manter as contas positivas em 2016.

Confira:

1ª – 13º SALÁRIO

Se possível, reserve uma parte do 13º para os gastos de janeiro, como impostos e matrículas escolares;

2ª – PAGUE À VISTA

A maioria dos pagamentos à vista – se bem negociados – oferecem descontos ou até isenção de juros;

3ª – PARCELE SEM JUROS

Caso não seja possível o pagamento à vista, parcele até o limite de parcelamento que não apresente juros;

4ª – CRÉDITO PRÉ-APROVADO

Para não entrar no cheque especial (com taxas de juros a partir de 10%), vale pesquisar linhas de crédito pré-aprovado com taxas de juros bem menores, a partir de 2%;

5ª – CARTÃO DE CRÉDITO

As taxas do cartão de crédito são superiores ou equivalentes ao cheque especial. É um “suicídio financeiro” efetuar o pagamento mínimo ou parcelar. Se parcelar uma compra for algo inevitável, faça diretamente na loja;

6ª – PESQUISE

Use a internet para pesquisas de preços. Compare também as melhores opções de pagamento;

7ª – ANTECIPAÇÃO DO 13º

Negocie com a sua empresa a antecipação de seu 13º salário somente se pretende pagar dívidas e reduzir juros. Gastar em novas compras só vai piorar a situação quando chegar o fim do ano;

8ª – APLICAÇÃO

Antecipar o 13º salário também pode servir como uma aplicação em poupança, fundo ou tesouro nacional. Quando chegar o fim do ano, além do valor integral, o poupador ainda terá um pequeno rendimento;

9ª – PONDERE

Sempre se questione se realmente precisa fazer determinada compra ou endividamento. Valorize o seu dinheiro e seu crédito;

10ª – PROJEÇÕES PARA 2016

É preciso ser muito cauteloso em 2016, pois a previsão para a economia do nosso país é de retração. Além disso, não podemos esquecer que o Brasil ainda depende do mercado externo. Por isso, seja previdente, evite despesas e aumente seu “pé de meia”.

Fonte: Empreendedor

COMPARTILHE

COMENTAR

Deixe seu Comentário