7 passos para retomar o controle do seu negócio

7 passos para retomar o controle do seu negócio

Saiba quais atitudes tomar quando um empreendimento sai do controle

Em um período de crise, não é difícil encontrar empreendedores que perderam o controle dos seus negócios. Finanças no negativo, gestão desorganizada e falta de disciplina são características comuns nessas empresas. Mas, para que o momento ruim não se torne ainda pior, o empreendedor deve dar alguns passos em direção à retomada do seu negócio. O primeiro deles? Não se desesperar.

Para Fabiano Nagamatsu, consultor do Sebrae-SP que estará presente na Feira do Empreendedor SP 2016, é preciso ter calma para organizar a casa, analisar o fluxo de caixa do negócio e estruturar um novo planejamento financeiro. “Somos bons em gestão e ruins em planejamento”, diz.

Na visão do consultor, o empresário brasileiro precisa ser menos cético em relação ao controle. “Por algumas ações não trazerem resultados imediatos, o empreendedor acha que não vai ajudar. É preciso confiar no controle.”

Além da organização, é necessário ter disciplina e uma boa gestão de equipe para colocar o seu empreendimento de volta nos trilhos. Confira abaixo os principais passos elencados pelo consultor do Sebrae-SP:

1. Não se desespere
Em algum momento a empresa já esteve organizada. O empreendedor deve pensar nisso antes de se desesperar. Para começar a se organizar, ele deve investir somente seu tempo no processo. “Atualize os sistemas, abra as planilhas, vá até o estoque. Tente entender o que está acontecendo com o seu negócio.”

2. Comece de onde parou
Quando iniciar o processo de reorganização, o empreendedor deve buscar os últimos registros do controle financeiro da empresa. “Ele deve começar de onde parou.” Dessa forma é possível medir os impactos da falta de controle comparando os resultados nos dois momentos.

3. Retome o foco
O terceiro ponto é retomar o planejamento geral da empresa e os principais objetivos do empreendedor. Assim ele ganha uma visão mais ampla para conseguir trabalhar melhor. Para isso, o consultor indica atenção total no fluxo de caixa, no gerenciamento do estoque e no controle das rotinas administrativas.

4. Descubra onde errou
Com o controle mais definido, é possível descobrir quais foram os pontos mais críticos que impactaram o desempenho da empresa. “É nesse momento, revendo a rotina e a operação, que o empreendedor vai encontrar seus erros”, diz.

5. Automatize os processos
Uma grande dificuldade para os empreendedores é manter os registros atualizados. Muitas vezes, adicionar os números nas planilhas se torna uma tarefa desgastante e o empresário para de fazer. Por isso, Nagamatsu sugere a pesquisa de aplicativos e ferramentas que realizem de maneira mais automatizada esses processos.

6. Crie disciplina
Caso os empreendedores não adotem as tecnologias de cara, é necessário criar disciplina para manter todo o controle financeiro na ponta do lápis. “Quem acredita que só precisa de uma boa memória para registrar tudo corre muitos riscos”, afirma o consultor.

7. Aprenda a delegar
O suporte da equipe é essencial para retomar um negócio que não vai bem. Confiar nos funcionários e distribuir funções para eles aumenta o tempo do empreendedor para lidar com outros problemas maiores e mais importantes. “É criar uma cultura organizacional, na qual todos sabem executar suas tarefas.”

Fonte: Revista PEGN

COMPARTILHE

COMENTAR

Deixe seu Comentário